• ABCD´S

QUAL A SITUAÇÃO DA DIVERSIDADE E INCLUSÃO LGBT+ NO MERCADO DE TRABALHO?



Como todos nós sabemos o mercado de trabalho sofre ainda com as crises recentes que o Brasil viveu. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2018, a taxa de desemprego foi de 11,6%. E esse fato é ainda pior quando se trata da comunidade LGBT+, que representa quase 9% da população (Cerca de 18 milhões de pessoas).


Um estudo realizado pela ONG norte-americana National Center For Leasbian Rights Police Counsel, revelou que a população LGBT+ tem altas chances de viver abaixo da linha da pobreza. O levantamento registrou o comportamento de pessoas LGBT+ de baixa renda, e concluiu que 25% delas já ficaram sem dinheiro para se alimentar, contra os 18% da média para pessoas heterossexuais.


Mas afinal, o que os dados mostram sobre a realidade profissional da comunidade LGBT+?

Abaixo temos algumas partes do infográfico realizado pela Plata O Plomo que relata bem qual a realidade LGBT+ no mercado brasileiro.


infográfico com uma pesquisa sobre a seguinte pergunta: Você já viu ou ouviu algum tipo de homofobia no ambiente de trabalho? Em seguida mostra que o Brasil lidera o índice de homofobia no mercado de trabalho com 68% dos entrevistados dizendo sim, a frente da Eslováquia com 63%, a Índia com 61%, a França com 51% e a Austrália com 50%.

Imagem dizendo que a homofobia custa aproximadamente 405 bilhões de dólares anualmente para economia brasileira, baseado em produtividade, turnover e processos judiciais.


Os dados mostram um cenário alarmante sobre discriminação no mercado de trabalho. E para mudar esse cenário é necessário a força e a união da comunidade LGBT+, além também de contarmos com a ajuda das instituições no Brasil. Abaixo algumas dicas de projetos de inclusão da comunidade no mercado de trabalho:


- Hoje a ABCDs conta com projetos de empregabilidade para a comunidade LGBT+, caso queira saber mais clique aqui.


- O Transempregos é o mais antigo projeto de empregabilidade voltada para pessoas transgêneras no Brasil, possuindo um dos maiores banco de dados e currículos deste segmento no país.


- Uma grande iniciativa é o Fórum de Empresas e Direitos LGBT, uma organização de empresas brasileiras que discutem sobre o preconceito que sofrem a comunidade lGBT+ no mercado de trabalho.

37 visualizações0 comentário