CORRENTE DO BEM TRANS

Atualizado: Mai 21


Agora é um momento de quarentena que todos estamos expostos, temos que ter um olhar sim a População LGBTI+ onde esta população neste momento se torna mais vulnerável a contaminação do Coronavirus. a enorme falta de Políticas Publicas direcionada a Direitos humanos e Cidadania da População LGBTI+ IMPORTANTE sempre esclarecer e repetir que a Região do Grande ABC, não consta com Coordenadoria ou Assessoria LGBTI+ na verdade nada , as Cidades de Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Diadema, Mauá e Rio Grande da Serra.

A Corrente do Bem Trans, lançada pelas *Organizações: ONG ABCD'S - Santo André - A.G.Q.E de São João da Boa Vista - APOLGBT-Litoral e APOLGBT-Pride Vinhedo. Lança na Cidade de Santo André a Campánha Corrente do Bem Trans, FICA EM CASA.*


Importante perceber que de todos/as que sofrem na nossa região pela falta de emprego, estabilidade financeira, preconceito no mercado de trabalho vem com a CAMPANHA DO BEM TRANS. Temos que ter este olhar para que todas as Travestis, Mulheres Transexuais sejam acolhidas com identidade e respeito a Cidadania com forte respeito ao seu Direito humano.


Se torna muito importante sua ajuda, participação em doação de cestas básicas (alimentos) produtos de limpeza, vamos um pouco mais adiante enlatados como mistura, ovos sempre são bem vindos e frutas tudo isto ajuda na nossa maior preocupação e com a imunidade destas meninas. Não aceitamos neste momento doação em dinheiro somente comida mesmo. Importante frisar que neste momento, existe pessoas e outros de má índole com terceiras intenções, que aproveitam desta situação da pandemia do Coronavirus para solicitar (caso faça doação financeira neste momento e em outros também aconselhamos que procure verificar a veracidade da utilização)


Outro forte diferencial que permanece em nossa Campanha do Bem Trans é a proteção a todas a todas as Travestis e Mulheres Transexuais, em todo momento de entrega das doações é solicitado que retirem as mesmas, preservando sua imagem e segurança, sigilo e preservar pela vida. Para nossa prestação de contas e veracidade e sempre orientado a todas ao chegar em suas residências, abrir as caixas, higienizar todos os itens, tirar fotos e nos enviar dos seus itens recebidos. (enviamos quando solicitados aos nossos parceiros) De forma alguma podemos compactuar, com ações de Publicidade, Mídia e uso da imagem das pessoas, neste ponto como uma verdadeira festa da Caridade e do amor mediático com interesses obscuros intencionais.


Temos que ter a consciência humana da existência da Transfobia, nossas ações tem foco e objetico e não emocional, sabemos que este momento de quarentena vai passar em breve voltamos a nossa vida normal. Com a vida normal, volta estes grupos de ódio de intolerância e a pura realidade da Transfobia, na qual esta população que já sofre pela falta de respeito e políticas Publicas de gerar cursos, emprego, escolaridade se torna invisíveis. Existe uma grande parte que atendemos destas pessoas (Travestis e Mulheres Transexuais) que além de sofrer com o isolamento social, sofre agora com a Violência social, seja ela no ambiente de moradia familiar, neste caso são jogadas o termo absurdo sim, mas real jogadas , colocadas para fora de casa é são obrigadas a morar em república. Entenda a dor da Transfobia consegue ultrapassar dores sociais jamais vistas, exatamente porque elas não são vistas


Outra realidade o poder publico nas Três Esferas de Governo tem feito sua parte, agora na esfera municipal temos total consciência que os Prefeitos do Grande ABC vão atender as FAMILIAS, “família esta heteronormativa” na qual não se encontra as Travestis e Mulheres Transexuais. Em resumo a População LGBTI é esquecida em sua totalidade.

Finalizando é de suma importância agora sua participação nestas doações, toda ajuda é bem vinda, afinal o que a sua mão direita faz a mão esquerda não tem que saber, faça a caridade sem saber a quem, tenha sim a certeza que hoje temos na sua totalidade 173 pessoas da População de Travestis e Mulheres Transexuais que conseguimos atender com nossos verdadeiros parceiros. Fiquem em casa, hoje ficar em casa é um fator de amor ao próximo, ajude e faça sua parte somamos e somando seremos mais fortes.


SIGA AS ORIENTAÇÕES ABAIXO.






0 visualização

Copyright © 2019 | ONG ABCD´S
Todos os direitos reservados